FuscaBook.com
   
 

Turbinar

 

Turbinar

 

Creio que turbinar é uma excelente opção porque não exige grandes gastos nem a abertura do motor (desde que esteja em perfeito estado e, volto a falar, tenha os novos prisioneiros). 
Caso você tenha um 1600 cc, com uma carburação dupla original 32, basta turbiná-lo, trocar giclês, manter o comando de válvulas original que você terá um Fusca danado de esperto.

 

Caso queira, e o caixa permitir, uma dupla carburação Weber 40 vai deixá-lo mais esperto nas baixas rotações, enquanto o turbo não entra em ação (o que ocorre por volta das 3 000 a 3 500 rpm). Quantos cavalos? Sei lá... cada um me fala uma coisa, mas pela média, algo acima dos 150 cv; de uma coisa tenho certeza, leva quase tudo que se “meter a besta” com ele. Anda pacas! Dá pra ficar meio tonto e você desce dele com a sensação que andou numa montanha russa! Não é isso que você está querendo? Combustível?... álcool. Para agüentar a maior compressão proporcionada pelo turbo.

 

Taxa de compressão... caso seu motor seja a gasolina, a taxa original fica mantida e passe para o álcool. Peça para deixar a pressão do turbo entre 0,8 a 1,0 kg, pode até aumentar, mas com maior pressão que isso, você se arrisca a ter problemas. Quer um conselho? Comece com 0,8 kg, depois você vê o que faz. Caso seu motor já tenha uma taxa de compressão para álcool, ou seja, acima de 12,0/1, não deixe que coloquem mais de 0,6 kg de pressão no turbo. Mais pressão... mais potência... menor durabilidade. No caso, 0,6 kg ta bom pra começar. 

Com essas pressões do turbo, e com o pé direito razoável, o radiador de óleo extra pode ser dispensado, mas caso queira colocar, ele é sempre bem-vindo. Divirtam-se com a 1ª, 2ª, 3ª; a quarta fica pra manter, estabilizar. Além do mais, com marchas mais longas, perde-se no pulo inicial

 

É possível que seja necessário trocar a embreagem por uma de cerâmica, pois a original pode não agüentar a potência e patinar. Isso mesmo! Mas não é só na saída que ela patina, ela pode patinar quando você está em primeira ou segunda e acelera bruscamente. Como se fosse uma embreagem velha, gasta. Isso tem seu lado bom, é sinal que o seu motor está forte mesmo.

 

Também é necessário trocar as molas que acionam a embreagem por outras mais fortes, e isso vai endurecer o pedal mas paciência, um pouco de exercício não faz mal. 

No momento é esse o motor que pretendo fazer pra mim, com dupla Weber 40, turbo, dar uma trabalhada na suspensão, rodas, pneus, e um teto-solar pra ver as estrelas em noites de verão. Pretendo dar umas rachadas na arrancada e não abusar da final nem das curvas. Quem quiser, que me acompanhe... 

 

Artigo Original de : 
www.clubedopuma.com.br/veneno.doc


 

email: info@fuscabook.com

     
 
 
     
 

 

   
   
   
   
 
© FuscaNet Volkswagen Club - Club del Fusca - Club VW Escarabajo -Uruguay
 
 
Tel/Fax +598.2901-5408 | Yi 1558 esq. Paysandu // Montevideo - Uruguay